Mapeamento Socioambiental Gru

Com as novas tecnologias de cartografias digitais, os mapas colaborativos surgiram em função da necessidade das comunidades em se organizarem, onde, além do conscientização e engajamento por parte do colaborador, este também funciona como sensor no trabalho de monitoramento e levantamento dos dados. A realização de um estudo de mapeamento coletivo dos pontos de reciclagem, no contexto municipal, é capaz de identificar áreas com desigualdade ambiental, relacionado a ausência de instrumentos públicos de coleta e ao debate de ontologias ambientais. O projeto teve como objetivo, mapear e categorizar no território de Guarulhos, através de uma plataforma de mapeamento coletivo, atividades, agentes e espaços que se relacionam com iniciativas socioambientais, podendo analisar a dimensão participativa dos diversos setores dentro do espaço urbano de Guarulhos.

map1

O projeto funcinou nos anos de 2018 e 2019, além disso, foi laureado com o segundo lugar no prêmio Selo Ambiental da Prefeitura Municipal de Guarulhos em 2018, na categoria Iniciativa Científica, e os pontos de entrega de materiais recicláveis mapeados foram utilizados para análise exploratória de dados espaciais, sendo publicado sob a forma de resumo expandido no 1° Encontro Nacional ANPPAS Sudeste.

map2

Matéria do jornal Guarulhos Web (Junho/2018). Guarulhos Web

map3